sexta-feira, 10 de maio de 2013

Resenha - O Teorema Katherine

Postado por Emília e Gabriela às 23:29




  • Ficha Técnica
         Autor: John Green
         Editora: Intríseca
         Páginas: 302
         Ano: 2013
         Avaliação: imageimageimageimageimage

  • Sinopse
"Quando se trata de garotas (e, no caso de Colin, quase sempre se tratava), todo mundo tem seu tipo. O de Colin Singleton não é físico, mas linguístico: ele gosta de Katherines. E não de Katies, nem Kats, nem Kitties, nem Cathys, nem Rynns, nem Trinas, nem Kays, nem Kates, nem - Deus o livre - Catherines. K-A-T-H-E-R-I-N-E. Já teve dezenove namoradas. Todas chamadas Katherine. E todas elas - cada uma, individualmente falando - terminaram com ele."


  • A História aos meus Olhos
Pode ser classificada como uma das histórias mais interessantes que você vai ler. Quer dizer, já dá pra perceber isso pela sinopse. São 19 Katherines! Onde ele teria arranjado tanta Katherine? Mas bem, o narrador é observador e a leitura flui muito bem. O Teorema Katherine narra a história de Colin narra a história do mesmo e de suas 19 Katherines. Colin é um menino prodígio. Não gênio, prodígio. Quando Colin leva um fora da sua 19ª Katherine, ele resolveu viajar, com seu melhor amigo Hassan, porque ele pensa que assim esqueceria K-19. Quando chega na pequena cidade de Gutshot, Tenessee, ele tem seu momento eureca¹.

O momento eureca de Colin se resume a um pensamento que ele teve sobre se seria possível prever como um relacionamento vai funcionar. Quando e quem vai acabar, quando vai começar e quanto tempo vai durar baseado em qual o grau de popularidade do menino e da menina. Colin consegue uma fórmula que funciona com as 19 Katherines, mas não funciona com alguém².

O livro é ótimo e com certeza melhora um pouco suas habilidades em Matemática. Não é  um "A Culpa é das Estrelas", mas sendo John Green podemos esperar uma grande e ótima história! Recomendo muito.

¹Para quem não sabe "Eureca" foi o que Arquimedes gritou ao descobrir que era possível determinar a densidade de um corpo dividindo sua massa pelo seu volume.
²Não conto quem é esse alguém porque seria spoiler e não curto spoilers!!

PS: Responderei a todos os comentários amanhã, agora realmente preciso ir.

xx 

Gabriela (que está fugging animada com tudo isso aqui)



4 comentários:

Gabriel Ribeiro Gomes on 11 de maio de 2013 08:56 disse...

Oie :)

Olha gostei muito desse livro mais dei 4 estrelas porque acho que não chega a ser 5 porque o que me irritou foi matemática, mais me ajudou na prova ( sério kkkkkkk ) beijos :D

http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

Emília e Gabriela on 12 de maio de 2013 19:41 disse...

Também odeio matemática, mas John Green consegue fazer matemática ficar legal kkkkkkkk bjs

Silvana Sartori on 13 de maio de 2013 19:27 disse...

Oie Linda, tudo bem ?
Já tem um tempinho que passei aqui pedindo para você me seguir e não sei se está, porque eu acho que só vi você passar algumas vezes em meu blog.
Enfim...Se voce puder, por favor me siga ?

Outra coisa, sobre o livro que voce postou, eu vi na livraria semana passada, pois a dona lá me apresentou o nome do autor. Sinceramente nem conhecia, mas não faz muito meu gênero de leitura. Enfim...
Gostei da sua resenha, porque soube explicar muito bem a historia. Parabens

lovereadmybooks.blogspot.com.br

Rogério Queiroz on 27 de maio de 2013 19:43 disse...

Quero tanto ler esse livro e A Culpa é das Estrelas, preciso economizar pra comprá-los, rsrs, vida de leitor, nunca é possível comprar todos os livros que queremos ler.
Parabéns pela resenha.

Aguado sua visita ^^
Uma dose de palavras.
http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

Postar um comentário

 

Na Prateleira Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos